Cool Japan



Akihabara, um dos bairros de Tóquio onde mais se expressa a Cultura Pop japonesa.



Você já deve ter reparado quantos produtos, filmes, animações, publicações e referências diversas a cultura japonesa estão presentes aqui no ocidente, certo? Mas você já parou para pensar como essas obras todas chegaram até aqui e fazem tanto sucesso na nossa sociedade?


Toda essa invasão nipônica faz parte da chamada “Terceira Onda de Japonismo”, um fenômeno global de expansão cultural do Japão que teve início ainda no século 19, com a Primeira Onda, quando alguns elementos da cultura japonesa como kimonos, gravuras, leques e a estética artística influenciaram impressionistas como Monet e Klint. A Segunda Onda aconteceu entre os anos 50 e 60 do século 20 com a ascensão da indústria criativa do Japão.



Katsushika Hokusai, Fuji visto da ponte de Mannen em Fukagawa (1823); Claude Monet, A Ponte Japonesa (1899).


Mas o “Cool Japan” é uma onda completamente diferente das duas anteriores porque tem um alcance global (os outros movimentos ficaram mais restritos a algumas áreas de influência como a Europa na Primeira Onda e o Leste Asiático na Segunda Onda) e porque foi um movimento pensado e coordenado pelas autoridades japonesas no início da década de 1980 como uma estratégia de promoção nacional para mudança da percepção do povo e da cultura japonesa ao redor do mundo. E tudo começou com o lançamento da novela Oshin, que foi ao ar entre 1983 e 1984 contando com 297 episódios de 15 minutos cada e sendo sucesso no Leste Asiático, Oriente Médio e América Latina, incluindo Brasil, num total de 68 países.



Akira, de Katsuhiro Otomo (1988)


Depois de Oshin, as séries de animação (animes) começaram a invadir massivamente o mercado ocidental até que, com o lançamento do longa Akira (1988) o estilo japonês de animação se consolidou totalmente nos mercados das Américas e Europa. Mas foi com Dragon Ball e Pokémon, nos anos 90, que os animes se popularizaram totalmente no ocidente trazendo com eles uma série de itens colecionáveis, jogos de videogames, brinquedos e publicações impressas (mangás). E de fato, a invasão do Cool Japan foi completa a partir da década de 1990, com outros produtos culturais tendo acesso aos mercados do ocidente como a música pop japonesa (J-Pop), a moda e a arquitetura ditando tendências, a expansão da gastronomia japonesa como os lámen instantâneos e os sushis delivery, e outros movimentos de estética e comportamento como o kawaii - uma celebração de tudo o que é considero fofo e adorável, representado mundialmente pelas personagens de Hello Kitty.



Série Dragon Ball: sucesso incessante no Brasil desde 1996; Pokémon estreiou no Brasil em 1999; Hello Kitty, grande expressão da cultura kawaii.


A partir dos anos 2000 a influência e o poder da Cultura Pop japonesa já estava totalmente estabelecida no mundo ocidental. Para se ter uma idéia desse domínio, mais de 60% de todas as animações mundiais que vão ao ar são produzidas no Japão e o estilo dos animes influencia muitas séries produzidas nos Estados Unidos e em outros países. Os otakus, termo em japonês que define um fã fervoroso de animes, mangás e Cultura Pop japonesa, estão em todo o ocidente - na cidade de São Paulo eles se reúnem aos finais de semana no bairro da Liberdade. O impacto cultural atingiu até mesmo Hollywood, com obras de Quentin Tarantino (Kill Bill), irmãs Wachowski (com Matrix e Speed Racer), Blade Runner 2049 e a adaptação de Ghost In The Shell para as telonas, todas com muitas referências estéticas e narrativas relacionadas a Cultura Pop japonesa.



Cena de Blade Runner 2049, forte inspiração na estética da Cultura Pop japonesa.


E é claro que um mercado bilionário e estratégico para a imagem nacional japonesa não poderia ser tratado de forma mais dedicada. O Ministério de Relações Exteriores do Japão tem uma pasta exclusiva para tratar de investimentos e expansão desse setor criativo em escalas globais, a Fundação Cool Japan.



Fundação Cool Japan


Cena de Blade Runner 2049, forte inspiração na estética da Cultura Pop japonesa se manifesta pelas cidades, ruas e bairros do Japão? Acompanhe as redes sociais da A Grande Rota durante o nosso Especial Japão. Muitas surpresas estão a caminho!


#Japão #CoolJapan #CulturaPop #Toquio #Akihabara


84 visualizações
Siga nossos canais
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Facebook - Black Circle

atendimento@agranderota.com.br

© 2020 AGR Agência de Viagens e Turismo Ltda

Avenida Paulista, 807 - cj 2315 - São Paulo, Brasil

CNPJ 30.517.872/0001-92